Objetivo é melhorar a mobilidade urbana e segurança da população

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), iniciou no mês de outubro, a construção das primeiras estruturas do programa +Pontes, que prevê a construção de 50 pontes a serem distribuídas na capital amazonense, para melhorar a mobilidade urbana e a segurança da população.

A execução do calendário de obras foi determinada pelo governador Wilson Lima, visando preservar a segurança dos pedestres e o trânsito seguro de toda a população da capital.

As primeiras obras a serem executadas foram as pontes 45, situada na rua Sessenta e Cinco, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus; e a ponte 46, localizada na rua Cento e Setenta, também no bairro Cidade Nova. A ponte de número 43, situada na rua Boto Cor de Rosa, bairro Jorge Teixeira, zona Leste, foi iniciada neste mês de novembro.

De acordo com o cronograma de trabalho, em breve serão iniciados serviços em outros 16 bairros da capital, principalmente aqueles em situação de maior vulnerabilidade social.

Benefícios

Com investimento total de R$ 70,4 milhões e geração de 1.824 empregos diretos e indiretos, o projeto +Pontes prevê a construção de 50 pontes em concreto armado, com 12 metros de comprimento e 10 metros de largura cada uma; com pista de rolagem de oito metros de largura para passagem de veículos e mais um metro de passagem lateral, em cada lado, destinada ao acesso de pedestres.

Para o secretário de Infraestrutura, Carlos Henrique Lima, as novas pontes serão de grande importância para melhorar a mobilidade urbana de Manaus. “Esse é um dos projetos urbanos de maior alcance social, por facilitar a integração dos sistemas viários e reduzir as distâncias entre os bairros e as comunidades cortadas por igarapés. Com as novas pontes, a população poderá contar com estruturas seguras e mais dignidade ao exercer seu direito de ir e vir, além de reduzir o tempo no deslocamento”, ressaltou.