Também foi anunciada para os próximos dias a reforma geral do Hospital de Nhamundá

FOTO: Divulgação

A Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) do Governo do Amazonas inicia nesta semana as obras de reforma do Hospital Regional de Humaitá, visando preparar a unidade para receber 15 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A UGPE também anunciou a contratação de serviços para a reforma geral do Hospital de Nhamundá. As intervenções integram pacote de obras previsto pelo Governo do Estado para a área da saúde.

De acordo com o coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, a ordem de serviço já foi dada, e o prazo para a conclusão da obra que irá permitir a implantação de UTI em Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus) é de 30 dias.

“Por volta do dia 10 de outubro deveremos entregar a obra física, com as adequações necessárias, para que a SES (Secretaria de Estado de Saúde) possa instalar os equipamentos e colocar os leitos de UTIs à disposição da população de Humaitá e municípios próximos”, disse o coordenador.

A meta da SES é implantar 10 leitos de UTI adulto e 5 de UTI neonatal no Hospital Regional de Humaitá. A medida faz parte do projeto da secretaria de criar no interior as Regiões de Saúde, com municípios polos dotados de estrutura para prestar atendimento de média e alta complexidade, serviços antes disponíveis apenas na capital, a exemplo das UTIs.

Além da adequação dos espaços, será feita revitalização de telhado, fachada e outros tipos de manutenção no prédio.

Nhamundá

A UGPE também vai realizar a reforma geral do Hospital de Nhamundá (a 383 quilômetros de Manaus). A unidade, segundo Marcellus Campêlo, passará também por revisão e manutenção da rede elétrica, de água e esgoto, além de pintura e reforma de piso e telhado, entre outras providências.