O investimento previsto para a realização da obra é de R$ 49,5 milhões

A construção do novo quartel está incluída no pacote de obras para a Segurança, anunciado pelo Governador Wilson Lima – FOTO: Tácio Melo

Dê o play e ouça esta matéria

Com objetivo de permitir que os batalhões funcionem integrados estrategicamente em um único espaço, o Governo do Estado por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), lançou Aviso de Licitação para a construção do novo quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas do Amazonas (QCGPMAM).

A Subcomissão Especial de Licitação (Subcel/CSC), deu início nesta quinta-feira (17/11), às 10h, à fase de habilitação das empresas que participam do certame licitatório para o recebimento dos documentos e proposta de preços. O processo administrativo vai selecionar a proposta com melhor qualidade e menos oneroso. O investimento previsto para a obra é de R$ 49,5 milhões.

A licitação é para concorrência de menor preço para contratação de empresa para execução de obras e serviços de engenharia para construção do novo QCGPMAM.

A construção do novo quartel está incluída no pacote de obras para a Segurança, anunciado pelo Governador Wilson Lima este ano, e consistirá na reforma, ampliação, modernização e adequação do espaço para abrigar o atual Comando Ge, hoje localizado na rua Benjamin Constant, 2150, em Petrópolis, zona sul.

O projeto também visa atender a ampliação do efetivo da PMAM, a partir com as novas contratações de policiais militares via concurso público.

Novo Quartel

O novo espaço será construído onde funciona atualmente o Comando de Policiamento Especializado (CPE), conhecido como Cavalaria, na rua Tiradentes, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste. De acordo com a UGPE, o investimento previsto na obra é de R$ 49,5 milhões.

A nova sede do Comando Geral terá 12 mil metros quadrados, distribuídos em cinco andares, incluindo o térreo e mais quatro pavimentos superiores. Foram projetadas ainda áreas de apoio como, guarita, Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), posto de observação, palanque, subestação, casa de medição, estacionamento, casa de bomba e lixeira.


Segundo o coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, a licitação deve ser concluída em dezembro e as obras estão previstas para iniciarem ainda no primeiro trimestre de 2023.